Arquivo da tag: Peter Drucker

Vantagem Competitiva

Quem tem acompanhado alguns artigos, deve ter reparado que sou um pouco avesso a definições muito “acadêmicas” ou a afirmações incisivas sobre o “certo e o errado” no que respeita a processos, metodologias e teorias ligadas à administração de negócios.

Primeiramente, não acredito em “receitas prontas” e em segundo lugar, com a dinâmica atual do ambiente de negócios, definir as “melhores práticas”, creio, no mínimo, ser uma pretensão aquém das possibilidades de qualquer um, por mais preparado que seja.
Continuar lendo

O Marketing Mix – 4 Ps de Kotler

O Marketing Mix – 4 Ps de Kotler

Outro conceito básico que é fundamental relembrar, é o Marketing Mix ou os “4 Ps” de Kotler.

Será que são só 4? Ou serão 5? Ou serão mais?

No último artigo comentamos sobre as “5 forças” de Porter. Na realidade já existe a discussão se não seria interessante adicionar uma sexta força que seria chamada de “Governo”.
Continuar lendo

Gestão da Mudança – Parte 3

“… os homens sempre procuram equacionar os problemas das mudanças, mas jamais se preocuparam com o problema da mudança.”
Ruben Bauer, em “A Gestão da Mudança, Caos e Complexidade nas Organizações

A sentença acima endossa a motivação que orientou o conteúdo dos artigos anteriores (Parte 1 e Parte 2).

Foram apresentados, sucintamente, alguns conceitos básicos sobre complexidade e o comportamento dinâmico das organizações. Temas estes, que serão retomados em futuros artigos.

O objetivo dessa apresentação foi focar nas “causas”, no “problema da mudança” em si, para que, agora, se discuta a gestão da mudança, com uma visão mais abrangente e sistêmica.

Ainda, de acordo com Ruben Bauer, mudanças, no plural, são percebidas como eventos singulares, distintos, uns dos outros, e que afetam uma realidade que sem elas seria estável. E, nos dias de hoje, o que a ciência constata, é que não existem mudanças, o que existe é a mudança. O estado de equilíbrio é um caso-limite particular, num universo em permanente evolução, logo, em permanente mudança. Tudo é fluxo, tudo é transformação, tudo é mudança.

Nas organizações não é diferente. Assim como não o é em gestão, em vendas, ou em qualquer outra atividade ou função.

Continuar lendo

Conceitos de Marketing

“O Marketing não é mais que o serviço para o Homem.”
José Carlos Damasceno Ferreira

Marketing, já tantas vezes definido, no entanto, gostaría de colocar, não uma definição, mas vários enfoques que, no seu conjunto, criam uma visão ampla sobre as funções e o funcionamento do marketing moderno no universo da empresa, produto e mercado.

De acordo com McKenna, Drucker, Blackwell, entre outras pessoas com destaque na área, marketing é uma atividade que deve ser praticada desde o recepcionista à gerência sênior. O marketing é uma expressão do caráter da empresa, é de responsabilidade da empresa, como um todo. McKenna também comenta que o verdadeiro objetivo do marketing é ganhar o mercado, não apenas fazer ou para vender produtos.

Peter Drucker diz que o marketing é a única função e somente essa, a função da empresa. Ele também diz que o objetivo do marketing é tornar a venda supérflua. Marketing deve compreender tão bem as necessidades do cliente, que o produto, ou serviço, se ajusta às necessidades do cliente e se vende por si mesmo.
Continuar lendo