Rede de Negócios

rede de negociosNosso projeto da Rede de Negócios do IEAGE está em operação.

Dobramos o espaço para o anúncio grátis que oferecemos no Diretório de Negócios da rede de negócios do IEAGE e que faz parte do ecossistema de empreendedorismo do portal do IEAGE.org.

Divulgue a sua empresa na rede de negócios, para crescer a empresa, acelerar e aumentar a vendas.

Faça o registro grátis e divulgue sua empresa globalmente em 20 idiomas.

Nossa Missão é ajudar a empreender, a desenvolver novos clientes, novos canais, novos negócios e oportunidades. Procuramos desenvolver novos canais e novos mercados para ajudar o sucesso da pequena e média empresa.

Colocamos em prática nosso projeto, depois de anos de pesquisa, estudo e dezenas de modelos analisados até chegarmos ao mais funcional, simples e que agregue valor rapidamente à pequena e média empresa que participa da Rede de Negócios do IEAGE. A Rede de Negócios é estruturada em um diretório de negócios, um grupos de discussão (fóruns) para apresentação dos produtos e serviços e busca de parceiros e clientes, e uma academia para capacitar o empreendedor.

Criamos um ambiente global para as PMEs (Pequena e Média Empresa), para atender o empreendedor, focado em segurança, credibilidade e perenidade.

A pequena e média empresa (PME), globalmente, é responsável por (+/-) 50% do emprego global, se queremos mitigar os riscos e  a influência das crises econômicas e desemprego nas PMEs, os governos e instituições correlatas têm que somar esforços para desenvolver e fortalecer as PMEs, criando uma Rede de PMEs de atuação local, regional e global, pois assim as economias cresceriam  mais consistentemente, fortalecidas e mais imunes a crises financeiras, crises estas completamente estranhas  e não geradas pelo pequeno ou médio empresário.

Negócios, Selos e História

O que relaciona estes assuntos com o escopo deste blog? Muitos aspectos!

Além dos artigos, deste blog, serem, basicamente, focados em conceitos e princípios básicos relacionados à área de administração e negócios, vários também procuram discorrer sobre a globalização, ética e os bons costumes e valores.

selo90Entre os costumes, um hobby mundial que está a perder adeptos e tornando-se mais raro, é a Filatelia. Quais seriam os fatores que motivaram essa diminuição de simpatizantes da Filatelia?

Esta análise, na perspectiva econômica e na perspectiva cultural, poderá facilmente ser transposta para várias outras áreas e costumes, que ora se perdem.

Na visão econômica, a partir da década de 80, com o liberalismo econômico, um das frases que tornou-se comum foi “Time is Money” – tempo é dinheiro – e tudo que a Filatelia não é, é algo que seja feito com pressa e visando lucro, no curto prazo.

Continue Lendo “Negócios, Selos e História”

Redes Sociais: alguns modelos e conceitos básicos – parte 1

Redes Sociais: alguns modelos e conceitos básicos – parte 1

Introdução

Relembrando um pouco de “História”, observa-se que, em realidade, “redes sociais” não é uma tendência ou um aspecto inusitado. Na idade média, por exemplo, os templários ou os grandes construtores de catedrais – os maçons – já tinham as suas redes sociais. Assim como, não é particularidade da década de 80 a globalização, no seu conceito alargado, pois os navegadores da antiguidade já desenvolviam a globalização com o comércio de especiarias e a exploração dos recursos naturais de terras além-mar, e com a expansão dos impérios coloniais (português, espanhol e britânico).
Continue Lendo “Redes Sociais: alguns modelos e conceitos básicos – parte 1”

Redes Sociais e Desenvolvimento de Negócios

Introdução

Há algum tempo, tento equacionar uma correlação pragmática e fundamentada em modelos matemáticos entre as redes sociais e desenvolvimento de negócios para atender o projeto Rede de Negócios/Empreendedores, cujo projeto é o objetivo principal deste blog.

Até hoje não consegui uma modelagem que me satisfizesse, nem perto disso. No entanto vários pontos interessantes, ao longo desta pesquisa, fizeram-se claros e creio que cabem ser compartilhados com quem possa estar desenvolvendo pesquisa semelhante, ou mesmo com quem tenha algum interesse neste assunto de redes sociais e sua influência no ambiente de negócios.

Continue Lendo “Redes Sociais e Desenvolvimento de Negócios”

Conceito do Berço ao Berço – Cradle to Cradle Design

 

Do berço ao berço – cradle to cradle design

Acredito que este tema é extremamente oportuno, não só pela discussão que haverá em Copenhague, Dinamarca, em dezembro, para discutir as emissões globais de gases-estufa após 2012, quando o Protocolo de Kyoto expira, mas também porque está crescendo uma conscientização mundial de que se ficarmos dependendo da decisão de “meia dúzia” para ver se reduzem 5% ou 5,5% da emissão, não iremos a lugar nenhum, nem nossos filhos e netos irão!

Voltando à frase “do berço ao berço”.

Frase não muito elucidativa mas que contém um conceito genial, primordial, aplicável e fundamental nos tempos correntes.
Continue Lendo “Conceito do Berço ao Berço – Cradle to Cradle Design”

A Arte que Transforma

Ontem tive a grata satisfação de ir ao evento A Arte que Transforma, de comemoração do aniversário de 10 anos de existência da empresa Direção Cultura, do meu amigo Antoine Kolokathis.

Mais do que gratificante, foi ver o trabalho ímpar que sua empresa faz em prol da Cultura e da Arte, e com seus projetos e ações sociais e educacionais.

Um dos motes da Direção Cultura, que transcrevo abaixo, transmite claramente o espírito da empresa, e que pessoalmente endosso e que também acredito como verdade:

Acreditamos que podemos transformar as pessoas através da Arte e da Cultura com Criatividade – Qualidade – Sustentabilidade – Transparência.

Continue Lendo “A Arte que Transforma”

Web 2.0, Modelos de Redes Sociais Emergentes e o Empreendedorismo

Reunião no Fórum Econômico de Davos, de 2007.

Com Bill Gates, pessoal do YouTube, Flickr, Nike, entre outros.

Acabei de assistir o vídeo (o link está abaixo) de uma das reuniões, onde se discutia a Web 2.0, se era uma tendência ou uma simples “buzzword” (“palavra da moda”). Também foi discutido sobre as redes sociais e tendências futuras, da rede.

Além dos pontos vários pontos discutidos, de modo bastante interessante, o que me chamou a atenção foram as palavras finais do moderador: o que se trata, a Web 2.0 e futuras tendências, é de “powershift” (“mudança de poder” ou “troca de mãos” do poder) e de “empowerment” (dar (ou dá) poder às pessoas).
Continue Lendo “Web 2.0, Modelos de Redes Sociais Emergentes e o Empreendedorismo”