A Ética Engavetada

A Ética Engavetada

Este é o título de um editorial do Jornal Zero Hora, de hoje.

Em referência ao arquivamento de 11 (onze), repetindo ONZE denúncias no Conselho de Ética do Senado, contra um mesmo cidadão, sim porque todos lá são, teoricamente, cidadãos simples e comuns, como todos nós.

Com a diferença que, também teoricamente, têm um mandato, dado pelos outros cidadãos, para defender os interesses da Nação, enfatizando: INTERESSES DA NAÇÃO.

Venho há alguns meses debatendo, aqui, a necessidade de existir Ética nos negócios e procurei, em artigo anterior, dirimir, dúvidas sobre o conceito do que é a Ética. Dúvidas estas, utilizadas por muitos, para criar uma zona cinza, que não existe, entre o certo e o errado para justificar atos injustificáveis.

Venho, também, há décadas, procurando representar dignamente o Brasil, em todas as minhas intervenções no exterior, em negociações ou acordos de parceria, em transferências de tecnologia, ou, simplesmente, em desenvolver novos amigos.

Sempre com uma extrema preocupação com a lisura, transparência e procurando transmitir uma imagem de inquestionável ética, honestidade e confiabilidade. O que me rendeu e rende, gratamente, algumas amizades sinceras e duradouras, também, há décadas, no exterior.

Mais de uma vez e em países diferentes fui interpelado sobre a seriedade de desenvolver negócios no Brasil e veementemente retruquei que temos muita gente séria, que o País é um País sério e que estamos trabalhando para mudar a imagem, que existe externamente, sobre o nosso ambiente de negócios e nossos políticos.

Lendo uma notícia destas, causa um desalento que só quem luta há tanto tempo para mudar esta imagem pode saber o desânimo que isto gera. Todo o nosso esforço, todas as observações e olhares de desconfiança que sentimos e contra-argumentamos, todo o trabalho redobrado que tivemos para provar o contrário e criar confiança foi por água abaixo em questão de segundos.

Voltamos mais uma vez à estaca zero.

Argumentos de que em outros países é igual, até exemplificando recente escândalo ocorrido no parlamento inglês, tido como um dos mais austeros, não é justificativa. Justamente, porque nosso histórico não é de austeridade, a atenção teria que ser redobrada.

Falamos de heróis, mas os verdadeiros heróis são esses empresários brasileiros – os éticos, bem entendido – que tentam resgatar uma imagem de valores morais e honestidade, no exterior, sem nenhum respaldo interno ou, precisamente, com contraproducentes exemplos dados pelo País ao mundo.

E, LA NAVE VA.

Anúncios

2 Respostas para “A Ética Engavetada

  1. Xará,
    É constrangedor para nós, brasileiros e sérios, toda essa balbúrdia na qual o Senado chafurda tal como porcos na lama. 2010 é ano de eleições e a troca de favores já começou. Porque será que a políticos como Sarney, ACM e Maluf nada acontece? Por mais que se apresentem provas, o juízo final é de que as provas são sempre insuficientes. As atitudes dos políticos são tristemente revoltantes e não vejo luz no fim desse túnel.
    Parabéns pelo artigo.

  2. Grande Xará,

    Depois deste seu comentário…

    “No Comments”…

    Abraço,
    Mário Ferreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s